Skip Ribbon Commands Skip to main content
Share This

Eqvalan® Pasta

Eqvalan® Pasta é um antiparasitário à base de ivermectina MERIAL a 1,87%, indicado para o tratamento e controle de vermes redondos gastrintestinais e pulmonar dos eqüídeos. Eqvalan® Pasta apresenta alta eficácia contra grandes (Strongylus vulgaris, S. edentatus, S. equinus e Triodontophorus spp.) e pequenos estrôngilos, nos estágios adultos e imaturos. Além disso controla o Parascaris equorum nos estágios adultos e migratórios; os nematodas estomacais (Habronema muscae, Draschia megastoma) em suas formas gástricas e cutâneas; o Strongyloides westeri, inclusive transmitido via colostro/leite aos potros; os vermes subcutâneos (Onchocerca cervicalis); e miíases gástricas e orais causadas pelo Gasterophilus spp.

A ivermectina age especialmente nos canais de cloro controlados pelo ácido glutâmico e secundariamente naqueles canais de Cloro controlados pelo GABA (ácido gama-aminobutírico), ocasionando um aumento no fluxo destes íons nas sinapses nervosas em vermes redondos.     Conseqüentemente há hiperpolarização das membranas nervosas, ocasionando paralisia flácida, morte e eliminação dos parasitos.

Eqvalan® Pasta adere-se facilmente à mucosa oral dos eqüídeos, evitando queda ou perda da dose, quando convenientemente administrado .

Apresentação

Seringas plásticas descartáveis contendo 6,42 g de pasta.

Modo de usar

Eqvalan® Pasta deve ser administrado exclusivamente por via oral, após a graduação adequada da dose segundo o peso vivo do animal a ser tratado. O ajuste da dose deve ser realizado por intermédio da fixação da "arruela" plástica existente no êmbolo da embalagem, fixando-a por meio de um leve giro sobre a marca do peso estimado do animal. Assim a extremidade livre da embalagem é colocada no espaço interdentário e o êmbolo pressionado, depositando-se o produto sobre a base da língua dos animais. Deve-se observar a deglutição da pasta pelo animal tratado, a fim de se evitar o desperdício. O êmbolo da embalagem de Eqvalan® Pasta apresenta-se graduado a cada 25 kg de peso vivo, com cada embalagem tendo quantidade de produto suficiente para se tratar até 600 kg de peso vivo.

A dosagem recomendada de Eqvalan® Pasta é de 200 mcg por kg de peso vivo.

Período de carência

Abate: eqüídeos destinados ao consumo humano não deverão ser abatidos dentro de até 21 dias após o último tratamento.

Prazo de validade

2 anos após a data de fabricação.

Advertências

  • Evitar a subdosagem. Tratar os animais de acordo com o peso vivo, que pode ser aferido em balanças apropriadas ou por meio de fita torácica.
  • Alguns animais podem mostrar edema (inchaço) na porção ventral , particularmente na região do peito e abdômen após o tratamento, em razão de reação alérgica que pode seguir à grande mortalidade de microfilárias dos vermes subcutâneos Onchocerca spp. Tal reação desaparece espontaneamente após alguns dias, mas em caso de dúvidas pode-se inserir tratamento de acordo com a orientação de seu Médico Veterinário.
  • Embalagens vazias devem ser destruídas por incineração e nunca reaproveitadas ou lavadas em rios ou açudes.
  • Evitar fumar ou alimentar-se durante o manuseio
  • Lavar as mãos após o manuseio.
  • Manter este e outros medicamentos fora do alcance de crianças e animais domésticos.

 Características

  • Eqvalan® Pasta é o único antiparasitário disponível no mercado, à base de ivermectina MERIAL.
  • Controle eficaz de estágios arteriais e intestinais do S. vulgaris.
  • Controle eficaz de estágios intestinais e migratórios do P. equorum.
  • Eficaz contra a habronemose cutânea (lesões extensas podem requerer procedimento cirúrgico junto com o tratamento com Eqvalan®).
  • Controle altamente eficaz de estágios orais e gástricos do Gastrophilus spp.
  • Segurança para animais em qualquer estado, idade, fêmeas prenhes e machos reprodutores.
  • Produto da empresa líder do mercado veterinário no Brasil.

 Benefícios

Eqvalan® Pasta quando empregado num programa de controle parasitário pode proporcionar:

  • Redução dos episódios de cólicas verminóticas, tromboembólicas ou não.
  • Pleno desenvolvimento dos potros, que atingem os índices de desenvolvimento corporal necessários para registro em associações de raças.
  • Redução nos custos de tratamento e controle de parasitoses, com relação custo-benefício altamente positiva.
  • Confiança, segurança e tranqüilidade.

©2017